Os vistos para entrada no Brasil são concedidos pelos consulados brasileiros no exterior.

Cidadãos de países integrantes do Mercosul não precisam de visto; basta apresentar o passaporte ou documento de identidade válido.

Cidadãos da União Europeia e diversos outros países também não precisam de visto, devem apenas apresentar o passaporte. Para saber se você precisa de visto para viajar ao Brasil, consulte o Portal Consular.


Cidadãos da Austrália, Canadá, EUA e Japão têm a facilidade do E-visa, como é chamado o visto obtido pela Internet ou por aplicativo em celular e tablet.

O procedimento para solicitar o visto online para estes países é simples: envie uma foto, a imagem da página do passaporte com seus dados e o endereço (opcional). Preencha o formulário, pague a taxa e faça o download do visto.

Ao viajar, apresente à companhia aérea uma cópia impressa ou imagem digitalizada do visto eletrônico.

No Brasil, a Polícia Federal trabalha integrada ao E-visa, que em futuro próximo deverá ser aceito nos e-Gates nos aeroportos brasileiros, atualmente exclusivos para brasileiros.

O visto eletrônico tem validade máxima de dois anos e custa USD 40, valor menor do que o do visto tradicional. Ter um E-visa não impede o visitante de solicitar o seu visto na forma tradicional, por meio da rede consular brasileira.

Para saber sobre documentação e procedimentos para a concessão de vistos, consulte a embaixada ou consulado brasileiro no seu país de origem.

Veja a lista de representações consulares do Brasil no exterior e o regime de vistospara a entrada de estrangeiros no Brasil.

Dirigindo veículos no Brasil

Os turistas habilitados no exterior podem dirigir no Brasil se a visita for menor que 180 dias. Para estadias maiores é preciso obter uma habilitação brasileira.

É fundamental que sua carteira de habilitação estrangeira e seu documento de identidade estejam válidos. O turista estrangeiro condutor é imputável pela legislação brasileira.